©
O tempo não volta, ela não volta, a gente não volta. E, mesmo que a gente volte, a gente não volta. Assim ela se vai, como o brilho do sol em dia de chuva. E a saudade fica… Não de você e sim dela: a recíproca confiança que tínhamos.
Frederico Elboni
Não sei o nome disso que estamos sentindo um pelo outro e também não me importa. Pode ser o ápice ou o precipício, e tudo bem. E também não sei se teremos habilidade para cultivar isso por três semanas ou por três décadas inteiras. Só sei que agora estou interessado em saber como será o próximo passo.
Gabito Nunes.   
Que nas suas primaveras você seja amante da alegria. Que nos seus invernos você seja amigo da sabedoria. E quando você errar o caminho, recomece tudo de novo. Pois assim você será cada vez mais apaixonado pela vida. E descobrirá que… Ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Usar as perdas para refinar a paciência. Usar as falhas para esculpir a serenidade. Usar a dor para lapidar o prazer. Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.
 Augusto Cury. 
E se algum dia eu te ligar e disser que sinto falta do que a gente era ou nem chegou a ser, por favor, me ignora. Desliga na minha cara, faz cara de paisagem, finge que a ligação está ruim, distante, pum, faz cair a ligação. Finge que eu não disse. Porque eu preciso te esquecer de uma vez por todas.
Clarissa Corrêa. 
Cada vez mais, bem genericamente, eu vinha pensando na minha própria morte. Apenas no fato de morrer. Mas, aquele dia, com todos vocês num funeral, comecei a pensar no meu próprio. Eu conseguia imaginar a vida — a escola e tudo mais — continuando sem mim. Mas não conseguia imaginar meu funeral. Nem um pouco. Principalmente porque não conseguia imaginar quem compareceria, nem o que as pessoas diriam. Eu não tinha… Eu não tenho… Nenhuma ideia do que vocês pensam de mim.
Os 13 porquês. 
Você tinha medo, eu não. Você tinha algo, eu não tinha ninguém.
Esteban. 
Eu aceitei que você não tem jeito, de jeito nenhum. E eu fiquei triste, Gus. Fiquei triste porque eu sempre te achei meio perdido, mas não uma causa perdida. E aí você me decepcionou. E depois de ter ficado decepcionada eu percebi o quão na merda eu estava. Você é como um iceberg. Nunca me deu um pé no chão, mas era meu chão. E aí você decide andar por aí sozinho e eu tenho que aprender a andar com meus pés fora do chão. Eu berro e bato nos móveis o quanto eu mereço alguém melhor do que você, mas não sei ser de outro. Eu continuo batendo a porta do seu carro e berrando o quanto você precisa de mim, mas você não me escuta. E eu tenho tanto amor dentro de mim que te olho e não sei como te deixar ir. E desse amor que ofereci pra ser só seu, também não sou mais dona. Eu queria ser quem iria te salvar, Gus. Mas não dá, nunca deu e não vai dar. Você não aceita ser amado por uma explosão de amor e eu sou quase uma granada. A gente viveu em uma corda bamba e quem levou o maior tombo foi eu. O mundo praticamente inteiro caiu na minha cabeça, e eu ainda sinto uma dor latejando seu nome. Você oscila o tempo todo, hoje me quer pra vida inteira e amanhã não quer saber de ouvir meu nome. Dessa forma, é melhor não te ter de jeito nenhum do que te ter quase não te tendo. Você é realmente um iceberg. E eu já to virando Titanic: afundando de tanto bater de frente com você.
Eu não quero brincar na neve, Gus. 
Passou pela minha cabeça voltar, mas o vento balançou os meus cabelos e mostrou que o caminho é para frente, reto e sem curvas.
Caio Fernando Abreu 
Os teus olhos sempre me disseram mais que a tua boca. Neles sempre encontrei a tristeza que você duramente se esforçava pra esconder atrás de um sorriso. Alguns dizem que os olhos são a janela da alma. Os seus são a casa inteira.
Querido John
Ninguém ligou, ninguém vai ligar. O visor do telefone não acusa uma mensagem perdida. E-mail, sinal de fumaça, uma chamada não-atendida. A tela da tv não parece uma saída. Eu vivo um refrão antigo, feito às pressas, plágio de uma bela melodia. Eu vivo um sonho toda noite, eu vivo a noite todo dia. O que eu não pude prever, o que eu não queria. E quando eu ver tv, vou ter sempre uma chance de lembrar.
Esteban 
Não deixe de orar nunca. Mesmo quando você não ouvir a voz de Deus, Ele ainda ouve sua voz.
Eu não me apaixonei pela pessoa errada. Eu apenas não tive a sorte de fazer essa paixão durar. Fui feliz, claro que fui. E se no roteiro da vida a próxima cena seria caminhos opostos, não posso desobedecer o diretor. O fato é que me apego aos momentos bons e os ruins, ah, esses eu deixei numa gaveta qualquer. A escolha sempre foi minha e eu escolhi viver o presente. Como vou estar pronto pra me apaixonar de novo se eu continuar insistindo numa velha paixão?
Querido John 
Tudo começou quando você, do outro lado da rua, sorriu pra mim. Seus olhos se fecharam num sorriso conjunto com a tua boca e seus dentes mesmo que levemente amarelados e tortos conseguiam ser a coisa mais desalinha e mais perfeita ao mesmo tempo. O teu sorriso é que foi capaz de derreter minhas geleiras internas e construir pontes onde só haviam abismos. Seu sorriso me fez sentir de novo quando tudo o que eu queria era me afastar de todos e viver minha vida sem que a minha felicidade estivesse nas mãos de outra pessoa novamente. Começou com o teu sorriso, depois veio o teu toque, o teu cheiro e quando eu me dei conta já não podia mais viver sem. Lembro do nosso primeiro encontro quando você abaixou os olhos e começou a encarar seus pés e então perguntou se podia me beijar. Não sei se já te disse, mas você é a coisa mais fofa do mundo quando é tomado pela timidez. Eu quis te guardar num potinho pra ninguém além de mim, poder cuidar de você. Eu quis congelar aquele momento porque os outros caras só estavam interessados em saber o que estava por debaixo da minha saia e você estava perguntando se podia me beijar. Então não tive outra opção a não ser te beijar e sentir o teu gosto de hortelã. Eu já estava apaixonada. O fato de você ser tão lindo e não dar importância a isso era o mais incrível. Você podia fazer qualquer loira peituda correr atrás de você com apelas um estalar de dedos. Mas você estava ali, comigo. Uma garota assustada e desajeitada e nem tão peituda assim. Eu sei que no fundo, você só queria alguém capaz de retribuir o amor que você tinha pra dar e eu, ah, eu não queria nada além de viver o resto dos meus dias com você.
Querido John